SINDIMOVEIS - Sindicato dos Corretores de Imóveis do Est. do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, 21/07/2017. 
SINDIMOVEIS - Sindicato dos Corretores de Imóveis do Est. do Rio de Janeiro
  ÁREA DO CORRETOR
  Associe-se
  Assessoria Jurídica
  Vantagens para o associado
  Modelos de Contratos
  Legislação
  Relação de Cartórios
  Links úteis
  Tabela de Honorários
  Contribuição Sindical
   
 FORMAÇÃO & APERFEIÇOAMENTO
  Avaliação Imobiliária
  Curso TTI novo!
   
 
Atendimento
Tel.:
21  3526-0650
Fax:
21  3526-0670
E-mail.:
secretaria@sindimoveisrj.org.br
Horário de funcionamento:
Segunda a sexta de 9:00 às 18:00h
 
Sede Recreativa

Cursos & Eventos
Início: 

Local: 
Período:
 
Parceiros & Convênios
 
 

  Visitantes online: 2

 
INFORMES_SINDIMOVEIS    
     
  Encaminhar      Impressão      RSS     

RENOVAÇÃO DOS PRÉDIOS

Cerca de 45 % da energia elétrica gerada no país são consumidos em edificações. Num prédio comercial, a conta de luz representa até 30 % do valor do condomínio. Para essa equação chegar a um resultado positivo - pesar menos no bolso do consumidor e economizar recursos naturais - a fórmula passa, necessariamente, pela otimização do uso da energia.

E o mercado já oferece as mais variadas soluções: energia solar e eólica, vidros anti-calor e sistema de refrigeração e de iluminação inteligentes. O caso dos condicionadores de ar é emblemático. Num edifício comercial, a refrigeração responde por algo entre 40 % e 70 % do consumo total de energia. Nos prédios mais antigos, há ainda o agravante de os equipamentos serem menos eficientes, o que pode aumentar o gasto em até 50 % . A solução tem sido o retrofit, um tipo de reforma que emprega um conjunto de técnicas para modernizar o interior das construções e substituir o sistema de iluminação.

Um exemplo de prédio com energia sustentável é a Biblioteca Parque Estadual, no Rio de Janeiro, que tem energia solar obtida de placas fotovoltaicas; vidros duplos na fachada, que reduzem em 50 % a entrada do calor; e um sistema automático de acionamento das lâmpadas e do sistema de refrigeração, que funcionam com sensores de presença. O telhado verde também ajuda a reduzir o calor e o uso de ar condicionado. Somente a energia solar significa uma economia de 50 mil MW por ano. No condomínio Ilha Pura, na Barra da Tijuca, onde fica a Vila Olímpica que hospedará atletas dos Jogos Olímpicos de 2016, a economia de energia está no DNA da obra. O empreendimento, que tem certificações LEED e AQUA, tem telhado verde, sensores de iluminação e vidros eficientes na fachada, que reduzem o calor. Outro exemplo no Rio é o Edifício Wolfgang Mozart, conhecido como Amarelinho da Cinelândia, que teve o interior completamente reformado para abrigar escritórios.

 

Depois do telhado verde, a energia solar caminha para ser a próxima onda na construção de edifícios sustentáveis. Hoje, no Brasil, apenas 730 mil casas usam o sistema, o que corresponde a 0,01 % da energia total produzida no país. Porém, o custo de instalação e manutenção das placas fotovoltaicas diminuiu quase 50 % nos últimos anos, tornando o equipamento mais acessível.



Fonte: SINDIMOVEIS RJ
Data: 28/11/2014

Conteúdo IAED para impressão

 
SINDIMOVEIS - Sindicato dos Corretores de Imóveis do Est. do Rio de Janeiro
Endereço:
Rua Luiz Leopoldo Fernandes Pinheiro, 572 / 6º andar
Niterói / RJ - Cep 24.030-128

Tel.: 21 3526-0650
Copyright © 2010 - SINDIMOVEIS RJ -   Todos os direitos reservados.